5 maneiras de fortalecer o relacionamento pai-filho

5 maneiras de fortalecer o relacionamento pai-filho

0 70

Nada substitui um pai na vida de uma criança – eis como cultivar esse vínculo importante

Antes de ter filhos, uma mulher me disse que achava que seu trabalho como mãe era ajudar seu filho a se tornar um homem bom, capaz de ser futuramente um pai e marido amoroso. Eu sempre me lembrei disso, especialmente porque todos os meus três filhos são meninos. Eu rezo por minhas possíveis futuras noras. Na verdade, eu sempre me lembro delas, especialmente quando estou tentando quebrar um hábito irritante de um dos meus filhos (por exemplo, deixar toalhas molhadas no chão do banheiro) e os provoco que suas esposas me agradecerão por consertar o “problema” agora.

Mas esse trabalho não é só meu. Criar uma casa e um estilo de vida em que meus filhos possam ver o comportamento de seu pai como modelo para eles é a melhor maneira de criá-los para serem bons homens. Aqui estão algumas maneiras de facilitar esse relacionamento especial entre pai e filho.

Compartilhar prazeres simples

Encontre algo que pai e filho possam desfrutar juntos, e aproveite a oportunidade para tirar um tempo para você.

Meu marido, por exemplo, usa algumas atividades como uma oportunidade para ensinar aos rapazes a responsabilidade pelo natureza.

Mostrar humildade

Admitir que você cometeu um erro ou agiu de forma errada é difícil. Meu marido faz questão de pedir desculpas aos meninos quando ele é impaciente com eles. Ele vai adiante e pede ajuda para ser melhor no futuro. Mostrar vulnerabilidade e humildade, e assumir a responsabilidade, ensina os meninos a reconhecer suas ações, mesmo as más ações e os erros. Também deixa claro que todo mundo erra às vezes, e que não há problema em pedir desculpas e pedir ajuda para melhorar – e que é especialmente correto fazer isso com seu pai.

Ensinar esse comportamento ajuda nossos filhos a entender que isso é um sinal de força, não de fraqueza. Meu marido também se certifica de rezar diante de nossos rapazes e com eles, ensinando-lhes boas orações para rezar ao enfrentar um dilema específico, pedindo aos anjos e santos que rezem conosco e por nós pela ajuda e orientação de Deus.

E falando de força…

Ser defensor dos indefesos

Há muita conversa entre pai e filho em nossa casa sobre como proteger os fracos, defender os que não têm poder e torcer pelos que estão perdendo. Especialmente em uma situação escolar, é crucial defender e proteger o garoto vulnerável de coisas como provocação e bullying. Nunca é bom conseguir risos à custa dos outros, especialmente se você fizer isso para desviar a atenção negativa de si mesmo. Use sua força para defender os outros ao invés de promover seus próprios interesses. Vá mais longe e ajude aqueles que fazem você se sentir um pouco desconfortável.

Tirar um momento de meninos

Às vezes, desejamos a companhia de pessoas do nosso próprio sexo. Acredite em mim, como a única dama da casa, eu entendo. Nem sempre (papai também precisa de uma pausa), mas muitas vezes meu marido incluirá nossos filhos em uma atividade que ele está fazendo com seus amigos do sexo masculino. Isso dá aos nossos garotos uma visão de como a amizade de um adulto pode parecer e permite que eles passem tempo com outros homens além do pai e dos professores.

Sou especialmente grata pelos padres do círculo de amigos do meu marido. É muito fácil para uma criança pensar no padre como uma pessoa “diferente”. Especialmente quando você só o vê apenas uma vez por semana na Missa. Gastar tempo brincando, jogando futebol, comendo ou limpando a garagem com os amigos padres do papai humaniza a vocação e mantém a cabeça e o coração dos meus filhos abertos a possibilidade de que eles possam ter uma vocação religiosa própria.

Amor e carinho

Meu marido adora abraçar. Eu? Não muito. Mas é claro que, como mãe, eu tenho garotos presos em mim praticamente o tempo todo e eu amo isso. Meu marido expressa seu amor e carinho pelos meninos tanto com abraços e beijos quanto com palavras amorosas. A coisa especial sobre o elogio dele é que, em vez de se concentrar apenas em conquistas, ele reconhece os esforços feitos na busca de metas. Eles podem se sentir orgulhosos mesmo quando eles não ganham, pois o elogio do pai mostrou que o esforço valeu a pena, e não apenas aparecer ou participar, eles aprendem que não há valor em tentar coisas em que eles não podem facilmente ter sucesso, que há valor naquelas buscas, e papai estará esperando por eles com um grande abraço.

Meu marido também se certifica de mostrar seu amor por mim perto dos meninos e demonstra as maneiras certas de tratar as mulheres. Ele se certifica de que os meninos me vejam como uma pessoa inteira e não apenas alguém que serve copos de leite e os ajuda a encontrar seus brinquedos perdidos. Ver nós dois felizes e apaixonados dá a eles uma profunda sensação de segurança de que seus pais se amam e de que podem confiar neles. Eles veem que o trabalho de um homem é ser um bom homem e que devem amar sua esposa e filhos com tudo o que ele tem.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

NO COMMENTS

Leave a Reply

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.