Arquidiocese celebra Missa da Unidade e dos Santos Óleos

Arquidiocese celebra Missa da Unidade e dos Santos Óleos

A Arquidiocese de Montes Claros celebrou na noite desta quinta-feira (6), na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, a Missa dos Santos Óleos, também conhecida como Celebração da Unidade. Esta é uma das principais liturgias que antecedem o Tríduo Pascal do calendário católico. A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom José Alberto Moura e concelebrada pelo bispo emérito de Almenara, dom Hugo Maria Van Steekelenburg, e pelos demais padres e diáconos.

Na homilia, dom José destacou a importância da celebração da Unidade e dos Santos Óleos para toda a Igreja e a atividade do sacerdócio para a condução dos fieis. “Jesus quis instituir a sua Igreja, mas não sem deixar que alguém em seu nome – os ministros que recebem a incumbência pelo sacramento da Ordem -, aja para dar a certeza à humanidade que a sua caminhada terrena só se faz com a ajuda e com a presença do próprio Deus que se servir de homens para ajudar ao povo”, exortou.

Ressaltou ainda, o arcebispo, a importância do amor de Cristo para que o povo possa viver o amor mútuo e fraterno em sociedade. “Durante o Retiro do Clero, o nosso pregador, em suas reflexões, abordou a necessidade de viver o ‘amor enosi’, o amor cheio de esvaziamento daquilo que é mundano em nós, para assim nos enchermos do amor de Deus, que é nossa riqueza e convencer os nossos fieis e a sociedade que é esse amor que salva”, alertou dom José Alberto Moura.

O arcebispo agradeceu aos padres e diáconos por ajuda-lo a exercer o seu mistério, de modo a viver com mais fraternidade na compreensão e na misericórdia do amor de Deus, “para assim servir esse povo que tanto precisa de nós e de Deus. Que a Virgem Maria seja a primeira a nos consagrar nessa missão”.

Na mesma celebração, os padres renovaram as promessas sacerdotais feitas no dia da ordenação. Assim, manifestaram publicamente, diante do arcebispo, o desejo de continuar exercendo a missão de pastorear o povo de Deus, sob a orientação dos bispos e auxilio do Espírito Santo.

Ainda durante a Missa, foram abençoados os Óleos dos enfermos e dos catecúmenos e, consagrado o Óleo do Crisma – composto com óleo e balsamo. Os três são chamados de os ‘Santos Óleos’.

Antecipação

A Missa dos Santos Óleos, tradicionalmente celebrada na manhã da Quinta-Feira Santa, por permissão da Santa Sé, pode ser antecipada em alguns dias para favorecer a maior participação do povo de Deus. Devido às grandes distâncias e dificuldades de acesso em algumas paróquias, e pela proximidade com o Retiro do Clero que iniciou na segunda-feira e encerrou ao meio-dia desta quinta-feira (6), a Arquidiocese de Montes Claros resolveu antecipar a celebração em uma semana. “Desta maneira, os padres podem participar da Missa dos Santos Óleos e retornar a tempo para prepararem as celebrações próprias da Semana Santa. Assim, manifestamos a união de todos – bispos, padres e diáconos – em gratidão a Deus por ele ter instituído o sacerdócio na quinta-feira, na última Ceia e a instituição da Eucaristia”, comentou dom José Alberto Moura.

 

Sem comentários

Faça seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.