Orações Específicas

SEXTA-FEIRA, 18 DE MAIO

Oração para esta manhã

Céus e terra se alegram cantando: aleluia, pela ressurreição do Senhor. Aleluia.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre. Amém
Hino
Esperado com ânsia por todos,
hoje o dia sagrado brilhou
em que Cristo, esperança do mundo,
Deus e Homem, ao céu se elevou.

Triunfou sobre o príncipe do mundo,
vencedor num combate gigante,
e apresenta a Deus Pai, no seu rosto,
toda a glória da carne triunfante.

Dos fiéis ele é a esperança,
numa nuvem de luz elevado,
e de novo abre aos homens o céu
que seus pais lhes haviam fechado.

Ó imensa alegria de todos,
quando o Filho que a Virgem gerou,
logo após o flagelo e a cruz,
à direita do Pai se assentou.

Demos graças a tal defensor
que nos salva, que vida nos deu,
e consigo no céu faz sentar-se
nosso corpo no trono de Deus.

Com aqueles que habitam o céu
partilhamos tão grande alegria.
Cristo a eles se deu para sempre,
mas conosco estará cada dia.

Cristo, agora elevado às alturas,
nossa mente convosco elevai,
e, do alto, enviai-nos depressa
vosso Espírito, o Espírito do Pai.
Salmo 99(100)

O Senhor ordena aos que foram salvos que cantem o hino de vitória (Sto. Atanásio).

Aclamai o Senhor, ó terra inteira,
servi ao Senhor com alegria,
ide a ele cantando jubilosos!

Sabei que o Senhor, só ele, é Deus,
Ele mesmo nos fez, e somos seus,
nós somos seu povo e seu rebanho.

Entrai por suas portas dando graças,
e em seus átrios com hinos de louvor;
dai-lhe graças, seu nome bendizei!

Sim, é bom o Senhor e nosso Deus,
sua bondade perdura para sempre,
seu amor é fiel eternamente!

Glória ao Pai…

Leitura breve At 5,30-32
O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós matastes, pregando-o numa cruz. Deus, por seu poder, o exaltou, tornando-o Guia Supremo e Salvador, para dar ao povo de Israel a conversão e o perdão dos seus pecados. E disso somos testemunhas, nós e o Espírito Santo, que Deus concedeu àqueles que lhe obedecem.

O Senhor ressurgiu do sepulcro. Aleluia, aleluia.
Foi suspenso por nós numa cruz. Aleluia, aleluia.

BENEDICTUS
Cristo Jesus, que estava morto e depois ressuscitou, agora vive eternamente à direita de Deus Pai, onde é nosso Intercessor. Aleluia.

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai…

Preces
Honra e glória eterna sejam dadas a Deus Pai, que nos concede a esperança e a força do Espírito Santo. Rezemos com fé:

R. Senhor, salvai-nos!

Pai todo-poderoso, enviai o vosso Espírito para intercedei por nós,
– porque não sabemos orar como convém. R.

Enviai a luz resplandecente do vosso Espírito,
– para que ilumine e purifique os nossos corações. R.

Não abandoneis, Senhor, a obra de vossas mãos,
– mas defendei-nos de nossas iniquidades.

Ensinai-nos a tratar com respeito e compreensão os que vacilam na fé,
– para que possamos ajudá-los com toda paciência e caridade. R.

(Intenções livres)

Pai nosso …

Oração
Ó Deus, pela glorificação do Cristo e pela iluminação do Espírito Santo, abristes para nós as portas da vida eterna. Fazei que, participando de tão grandes bens, nos tornemos mais dedicados a vosso serviço e cresçamos constantemente na fé. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Reze e durma tranquilamente, na certeza de que ele está intercedendo junto a Deus por você

Meu querido Santo Anjo, agora estou cansado.

As crianças vão dormir, e também eu quero ser inteiramente uma criança, criança da Mãe Santíssima, Maria, criança do Pai Celestial.

Tirai de mim, Deus, tudo o que hoje não foi bom, e perdoai! Colocai o Vosso amor por cima, e Vós, Maria, Mãe do Céu, o vosso manto dourado!

Ajuda-me a dar graças, meu Irmão angélico, e segura a minha mão em Nome de Deus!

Amém.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Reze por seus filhos ou por outras crianças que estejam precisando

Jesus, Filho amado de Maria e José,
que, no lar de Nazaré,
aprendeu as primeiras palavras de amor,
olha com compaixão para as nossas crianças,
que, no olhar singelo e simples, emanam a pureza
das almas santificadas.
Que elas cresçam na graça de Tua misericórdia.

Concedei-lhes saúde de corpo e alma,
sabedoria nas fases de crescimento,
discernimento na adolescência,
segurança diante dos medos,
e vitória na luta contra o mal.

Acompanhai com Tua ternura
cada mãe aflita.
Amparai-as, socorrei-as,
e nunca as desamparai!

Senhor, Príncipe do Amor,
que Teus Anjos da Guarda,
sempre protejam
a vida de ……………………
(diga o nome do seu filho ou de uma criança que esteja precisando de oração).

Menino Deus, que cresceste sendo amado
no doce colo da Virgem Maria,
acolhei nossa súplica
pelos pequeninos de nosso coração.
Amém!

 

Por Pe. Flávio Sobreiro, via Canção Nova 

Fonte: https://pt.aleteia.org

Para rezar naqueles momentos em que você não consegue mais caminhar sozinho

Ó Coração ardente de Jesus, abrasai nosso pobre coração.

Ó Chagas de Jesus, penetrai-nos com uma seta de amor para com Jesus.

Ó Sangue de Jesus, inebriai-nos de amor para com Jesus.

Ó Agonia de Jesus, ajudai-nos suportar com resignação nossa última agonia.

Ó Sofrimentos de Jesus, dai-nos paciência nas contrariedades.

Ó Açoites de Jesus, preservai-nos do desespero eterno.

Ó Morte de Jesus, fazei-nos morrer para todo amor que não seja por Jesus.

Ó Lágrimas de Maria, obtende-nos a graça de chorar nossos pecados.

(Autor desconhecido)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Uma oração para começar ou terminar o dia (também pode ser usada na adoração ao Santíssimo!)

Carne viva de Cristo, fortifica-me!
Sangue generoso do Salvador, inebria-me!

Olhar silencioso de Cristo, preenche-me!
Palavra sacratíssima do meu Mestre, instrue-me!

Braços abertos de Cristo, protegei-me!
Costas abertas do Crucificado, recebei-me!

Coração transpassado de Cristo, aprisiona-me!
Mão afetuosa de Jesus, abençoa-me!

Dedo onipotente de Cristo, cura-me!
Doce ombro do Bom Pastor, reconduze-me!

Vulto amoroso de Cristo, atrai-me!
Sorriso escondido de meu Amigo, pacifica-me!

Hálito vigoroso de Cristo, dá-me a vida!
Força triunfante do Senhor, conduze-me!

Fogo ardente de Cristo, inflama-me!
Bondade do Filho de Maria, seduze-me!

Luz puríssima de Cristo, ilumina-me!

Vida que jorra do Redentor, transforma-me!
Alma sublime de Cristo, eleva-me!

Divindade do Verbo feito Carne, consagra-me!
Espírito Santo, Dom de Cristo, santifica-me!

(Autor desconhecido)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

“A oração de adoração, esta que nos prostra sem nos prostrar”

Ir em frente, no caminho em subida, rumo à oração de adoração, com a memória no coração da eleição e da aliança. Este foi o convite que o Papa Francisco dirigiu esta manhã na homilia da Missa celebrada na Casa Santa Marta.

A reflexão partiu da Primeira Leitura do dia (1Re 8,1-7.9-13), na qual se narra que o rei Salomão  convoca o povo para subir ao Templo, para fazer entrar a arca da aliança do Senhor.

Um caminho em subida que, portanto, nem sempre é fácil. Uma subida para levar a aliança, durante a qual o povo carregava consigo a própria história, “a memória da eleição”.

Carregava duas tábuas de pedra, nuas, assim como tinham sido dadas por Deus – destacou o Papa –, “não como este povo tinha aprendido dos escribas”, que a tinham “barroquizada”, a tornaram barroca “com tantas prescrições”.

“A Aliança nua: eu o amo e você me ama”: o primeiro mandamento, amar a Deus e, segundo, amar ao próximo. Na arca, de fato, não havia nada senão duas tábuas de pedra.

Então, introduziram a arca no santuário, e assim que os sacerdotes saíram do lugar santo, a nuvem encheu o templo do Senhor.

Então o povo entrou em adoração: “dos sacrifícios que faziam no caminho em subida ao silêncio, à humilhação da adoração”.

“Tantas vezes penso – disse o Papa – que nós não ensinamos o nosso povo a adorar”:

“Sim, os ensinamos a rezar, a cantar, a louvar a Deus, mas a adorar…. A oração de adoração, esta que nos prostra sem nos prostrar: a prostração da adoração nos dá nobreza e grandeza. E aproveito, hoje, vocês, com tantos párocos de recente nomeação, para dizer: mah, ensinem o povo a adorar em silêncio, adorar”.

A exortação do Papa é portanto, para aprender, a partir de agora, aquilo que faremos no Céu: a oração de adoração.

“Mas, somente, podemos chegar lá com a memória de termos sido eleitos, de ter dentro do coração uma promessa que nos impele a seguir e com a aliança nas mãos e no coração. E sempre em caminho: caminho difícil, caminho em subida, mas em caminho rumo à adoração”

Diante da glória de Deus as palavras desaparecem, não se sabe o que dizer, observa Francisco.

Na liturgia de amanhã, Salomão, de fato, durante a adoração, consegue dizer somente duas palavras: “Escuta e perdoa”.

O Papa, ao concluir, convida a “adorar em silêncio, com toda a história que trazemos, e pedir: “Escuta e perdoa”:

“Nos fará bem hoje, tomar um pouco de tempo em oração, com a memória de nosso caminho, a memória das graças recebidas, a memória da eleição, da promessa,  da aliança e procurar se elevar, rumo à adoração, e em meio à adoração, com muita, humildade dizer somente esta pequena oração: “Escuta e perdoa””.

(Rádio Vaticano)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Diante de um dos mais dolorosos e misteriosos sofrimentos que Deus permite por alguma razão, esta súplica pode ser um bálsamo para a alma

Ocâncer é uma das cruzes mais pesadas que se conhecem e um dos maiores mistérios que Deus permite em nosso mundo decaído. Por mais que haja progressos encorajadores no entendimento dessa doença e nas possibilidades de evitá-la, mitigá-la e curá-la, o câncer continua sendo um golpe doloroso, não só fisicamente, mas também espiritualmente: é comum que o doente e seus familiares se revoltem e enfrentem uma brutal provação de fé, perguntando-se do fundo da alma: Por quê, meu Deus? Para quê, ó Deus? É um mistério que dói no corpo e no espírito.

Durante a sua curta vida na terra, o próprio Jesus curou muitas pessoas que se aproximaram d’Ele com fé sincera. No entanto, Ele não evitou o sofrimento de todos os Seus amigos. Aliás, Ele próprio encarou sofrimentos inimagináveis ao aceitar o tipo de morte que aceitou. De novo, o insondável mistério da dor. Por quê? Para quê?

Nós, católicos, acreditamos que Deus tem um propósito, mesmo em meio ao que nos parece absurdo e até incompatível com a Sua bondade infinita.

São inúmeros os casos de santos que enfrentaram sofrimentos atrozes e deles saíram fortalecidos e repletos de uma paz que o conforto sensível é incapaz de proporcionar. São inúmeros os casos de pessoas simples e de fé singela que, mesmo enfrentando a doença e a morte, mantêm a alma serena e lúcida na vívida esperança da eternidade. Às vezes, a cura do corpo é permitida. Outras vezes, não. E é fácil desconfiar da bondade de Deus quando parece que Ele se afastou de nós em meio a tanto sofrimento.

Porém, ao mesmo tempo que permite a provação, Deus nos proporciona os meios para enfrentá-la. A medicina é um deles: podemos e devemos usar os recursos médicos que estão ao nosso alcance. A ciência está a serviço do nosso progresso humano. Mas também podemos recorrer ao tesouro dos meios espirituais, entre os quais a comunhão com os santos, cujo testemunho de vida e cuja intercessão cara a cara diante de Deus podem nos ajudar a fortalecer a nossa própria fé. É claro que podemos pedir qualquer graça diretamente a Deus. Mas Ele nos quer unidos como família: por isso podemos “juntar” as nossas forças espirituais à força da fé dos nossos irmãos e irmãs que convivem conosco nesta vida e que já nos precederam na eternidade.

Há um santo reconhecido pela poderosa intercessão em favor dos que sofrem de câncer: São Peregrino.

Pamla J. Eisenberg CC BY-SA 2.0

Italiano do século XIV, ele próprio sofreu uma infecção cancerosa na perna e, após a sua morte, começou a ser venerado como padroeiro dos pacientes de câncer. Muitos milagres foram atribuídos à sua intercessão.

Esta é uma oração simples a São Peregrino, pedindo, por sua intercessão junto a Deus, a graça da cura do câncer:

Oração a São Peregrino

Ó grande São Peregrino,
tu foste chamado poderoso e obrador de maravilhas
por causa dos numerosos milagres
que obtiveste de Deus
em favor daqueles que a ti recorreram.Carregaste em tua própria carne
a doença do câncer,
que destrói a própria fibra do nosso ser
e recorreste à fonte de toda graça
quando o poder do homem nada mais podia fazer.Foste favorecido com a visão de Jesus
que descia da Cruz para curar tua aflição.Pede a Deus e a Nossa Senhora
a cura dos doentes que confiamos a ti.(Neste momento, recorde silenciosamente os nomes daqueles por quem você está rezando)Ajudados assim pela tua poderosa intercessão,
nós cantamos a Deus,
agora e por toda a eternidade,
um cantar de gratidão
pela Sua imensa bondade e misericórdia.Amém.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Porque “o mal pode continuar presente em um recinto muito tempo depois do que quer que tenha acontecido lá dentro…”

Ope. Edward Looney é um sacerdote norte-americano que, ao viajar, sempre leva consigo uma garrafinha de água benta. Ele explica o motivo com uma única frase:

“Porque o mal é real”.

O pe. Edward comenta que o mal pode continuar presente em um recinto muito tempo depois das práticas perversas que possam ter acontecido lá dentro.

Ele cita o exemplo concreto dos quartos de hotel:

“Você não sabe quem foi a pessoa que ocupou aquele quarto antes de você, nem que tipo de bagagem ela trouxe consigo. Você não sabe o que ocorreu no quarto que, ao menos por uma noite, é ‘seu’. A água benta é uma poderosa proteção contra o mal e ajuda a dissipar os seus resquícios”.

É por isso que ele tem o hábito de aspergir água benta pelo quarto – e dá uma dica aos interessados em fazer o mesmo: se você não tiver água benta em casa, a sua paróquia pode lhe fornecer. Converse com o seu pároco.

O pe. Edward também compôs a seguinte oração, que ele reza enquanto asperge a água benta pelo recinto:

Oração pedindo proteção contra o mal

Deus Todo-Poderoso, eu Vos peço:enviai os Vossos anjos para estarem comigo neste locale protegei-me de todo assalto do maligno.Perdoai todo mal que tenha sido cometido neste quartoe concedei a graça da conversão àqueles que Vos ofenderam.Dissipai os poderes das trevas que possam estar neste quartoe protegei-me nesta noite,bem como a todos os que vierem a dormir neste localde hoje em diante.Jesus, eu confio em Vós!

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Uma oração da noite especial para inundar seu coração de paz

Meu Pai, agora que as vozes silenciaram e os clamores se apagaram, aqui ao pé da cama minha alma se eleva a Ti, para dizer:

Creio em Ti, espero em Ti, e amo-te com todas as minhas forças, glória a Ti, Senhor!

Deposito nas tuas mãos a fadiga e a luta, as alegrias e desencantos deste dia que ficou para trás.

Se os nervos me traíram, se os impulsos egoístas me dominaram, se dei lugar ao rancor ou à tristeza, perdão, Senhor!

Tem piedade de mim.

Se fui infiel, se pronunciei palavras em vão, se me deixei levar pela impaciência, se fui um espinho para alguém, perdão Senhor!

Nesta noite não quero entregar-me ao sono sem sentir na minha alma a segurança da tua misericórdia, a tua doce misericórdia inteiramente gratuita.

Senhor! Eu te agradeço, meu Pai, porque foste a sombra fresca que me cobriu durante todo este dia.

Eu te agradeço porque, invisível, carinhoso e envolvente, cuidaste de mim como uma mãe, em todas essas horas.

Senhor! Ao redor de mim tudo já é silêncio e calma.

Envia o anjo da paz a esta casa.

Relaxa meus nervos, sossega o meu espírito, solta as minhas tensões, inunda meu ser de silêncio e de serenidade.

Vela por mim, Pai querido, enquanto eu me entrego confiante ao sono, como uma criança que dorme feliz em teus braços.

Em teu nome, Senhor, descansarei tranquilo.

Assim seja! Amém.

 

(via Oração já)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Uma prece eficaz pelos enfermos e pela libertação da depressão (pode ser rezada isoladamente ou como novena)

Eterno Pai, eu vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo para curar as chagas de nosso corpo e de nossa alma. (3x)

Senhor Jesus, coloco em vossas Santas Chagas todos os enfermos. Vós que pela vossa Palavra e pelo toque de vossas mãos curastes cegos, paralíticos, leprosos e tantos outros doentes.

Animados pela fé, nós também viemos suplicar por estes enfermos cujos nomes lembramos agora.

(Diga os nomes dos enfermos pelos quais está fazendo esta oração)

Pedimos, Senhor, que por vossas Santas Chagas, curai os corações angustiados e libertai-os da depressão.

Dai, Senhor, por vossas Santas Chagas, a perseverança na oração, apesar do desânimo próprio da doença.

Por vossas Santas Chagas, dai a graça da simplicidade para aceitar a ajuda dos profissionais, familiares e amigos.

Por vossas Santas Chagas, concedei a resistência na dor e a força diante das dificuldades do tratamento.

Senhor Jesus, que tomastes sobre Vós os nossos sofrimentos e suportastes as nossas dores, nós vos suplicamos pelos nossos irmãos doentes: fortalecei a sua paciência e reanimai a sua esperança, para que possam, com a vossa bênção, superar a enfermidade e alcançar, com a vossa ajuda, um completo restabelecimento.

Senhor, confiantes, nós colocamos também nossas próprias enfermidades nas vossas Santas Chagas Redentoras.

Dai-nos a graça de perceber a transitoriedade desta vida e entender que o pecado é a maior de todas as enfermidades.

Que tenhamos a compreensão de que no sofrimento humano se completa vossa Paixão Redentora.

Por vossas Santas Chagas, livrai-nos da depressão.

Por vossas Santas Chagas, curai as nossas chagas do corpo e da alma.

Amém.

 

(via Pe. Reginaldo Manzotti)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Uma devoção repleta de ternura e fé

Oração a ser feita especialmente no Tempo do Natal

Beijando a mãozinha direita:
“Ó meu Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero porque o queres, ó meu Jesus.”

Beijando a mãozinha esquerda:
“Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero como o queres, ó meu Jesus.”

Beijando o pezinho direito:
“Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero quando o queres, ó meu Jesus.”

Beijando o pezinho esquerdo:
“Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero enquanto o queres, ó meu Jesus.”

Beijando o coração do Santo Menino:
“Jesus, o que Tu quiseres eu também quero, e o quero porque tudo vem de Ti,
E tudo é para glória tua e bem meu, seja o que for, ó meu Jesus.”

“Ó meu Jesus, ó doce meu Senhor,
Dá-me o que vejo no teu coração:
Dor, para que não falte em mim o amor.
Amor, para que não falte na dor.
Dor que suporta toda dor.
Amor a desprezar todo outro amor.”

Amém!

 

(Autor desconhecido)

Fonte: https://pt.aleteia.org/

REDAÇÃO CENTRAL, 23 Dez. 17 / 05:00 am (ACI).- Sábado é tradicionalmente o dia dedicado à Virgem Maria. Neste sábado, em especial, preparando a chegada de Jesus, compartilhamos esta oração mariana para agradecer Àquela que fez tudo para nos dar o Salvador e para que, por sua intercessão, Jesus também nasça em nossos corações.

1. INTRODUÇÃO

A família se reúne em um lugar adequado na casa, em torno de uma imagem de Santa Maria.

Todos (fazendo o sinal da Cruz): Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

O pai da família (explica aos presentes o significado da liturgia com as palavras): Ao darmos graças a Deus que nos deu seu Filho, devemos também dar graças à Virgem Maria. Com o seu “Sim” às palavras do Arcanjo, por obra do Espírito Santo, tornou-se a Mãe de Deus e nossa Mãe. Na noite de Belém, “irradiou sobre o mundo a luz eterna, Jesus Cristo, nosso Senhor”. Demos graças a Santa Maria, porque Ela deu tudo por nossa reconciliação, e rezemos para que nossos corações estejam sempre prontos para acolhê-la e com Ela a seu Divino Filho.

A mãe da família: Obrigada por ser Santa Maria. Obrigada por ter se aberto a graça e escuta da Palavra, desde o princípio. Obrigada por ter acolhido em teu ventre puríssimo Aquele que é a Vida e o Amor. Obrigada por manter o teu “Faça-se” através de todos os acontecimentos de tua vida. Obrigada por teus exemplos, dignos de serem acolhidos e vividos. Obrigada por tua simplicidade, por tua doçura, por tua magnífica sobriedade, por tua capacidade de escuta, por tua reverência, por tua fidelidade, por tua grandeza e por todas aquelas virtudes que trazem a beleza em si e que Deus nos permite ver em Ti. Obrigada por teu olhar materno, por tuas intercessões, tua ternura, teu auxílio ajuda e orientação. Obrigada por tanta bondade. Enfim, obrigada por ser Santa Maria, Mãe do Senhor Jesus e nossa. Amém.

2. INVOCAÇÃO DA FAMÍLIA

Olhando para a imagem da Virgem, a família eleva a seguinte súplica comum.

Primeiro membro da família: Peçamos ao Senhor Jesus, Salvador do mundo, recorrendo confiantes à intercessão de sua Santa Mãe. Digamos:

R. Que a vossa Santa Mãe, Senhor, interceda por nós.

Salva-nos, Senhor, por tua anunciação-encarnação. R.

Salva-nos, Senhor, por teu nascimento em Belém. R.

Salva-nos, Senhor, por tua apresentação no templo. R.

Salva-nos, Senhor, por teu santo batismo. R.

Salva-nos, Senhor, por tua paixão e cruz. R.

Salva-nos, Senhor, por tua morte e sepultamento. R.

Salva-nos, Senhor, por tua santa ressurreição. R.

Salva-nos, Senhor, por tua gloriosa ascensão. R.

Salva-nos, Senhor, pelo dom do Espírito Santo. R.

Salva-nos, Senhor, quando vier em tua glória. R.

Segundo membro da família: Às nossas preces, responderemos:

R. Que interceda por eles tua Santa Mãe.

Conceda ao Santo Padre, o Papa Francisco, e a nosso Bispo (diz o nome do Prelado) vida e saúde e os renove em seus ministérios e em suas santidades de vida. R.

Ilumine as mentes dos governantes em busca do bem comum, paz e reconciliação. R.

Escuta o clamor dos que sofrem, a oração dos perseguidos por causa de sua fé, a preces das vítimas inocentes. R.

Guia à conversão os que estão distantes de Ti. R.

Mostre a luz do teu rosto para aqueles que te buscam com sinceridade de coração. R.

E, finalmente, ajuda-nos nossa Mãe para que nosso lar seja como o de Nazaré, um cenáculo de comunhão no amor.

Todos: Nós recorremos à vossa proteção, Santa Mãe de Deus; não despreze as súplicas que dirigimos a ti em nossas necessidades; mas, livrai-nos sempre de todos os perigos, oh Virgem gloriosa e bendita.

O pai da família:  Oh Deus, que se manifestou ao mundo nos braços da Virgem Mãe de teu Filho, glória de Isabel e luz dos povos; faça com que, na escola de Maria, aprendamos a aderir ao Senhor Jesus e reconhecer Nele o único Salvador do mundo ontem, hoje e sempre. Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.

Todos (fazendo o sinal da Cruz): Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Fonte: http://www.acidigital.com/

Oração para esta manhã

Vinde, adoremos O Senhor que já está perto.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,

como era no princípio, agora e sempre.

Amém

Hino

Em meio à treva escura,

ressoa clara voz.

Os sonhos maus se afastem,

refulja o Cristo em nós.

 

Despertem os que dormem

feridos de pecado.

Um novo sol já brilha,

o mal vai ser tirado.

 

Do céu desce o Cordeiro

Que traz a salvação.

Choremos e imploremos

Das culpas o perdão.

 

E ao vir julgar o mundo

No dia do terror,

Não puna tantas culpas,

Mas venha com amor.

 

Ao Pai e ao seu Filho

poder e majestade,

e glória ao Santo Espírito

por toda a eternidade.

Salmo                                             97(98)

 

Este salmo significa a primeira vinda do Senhor e a fé de todos os povos (Sto. Atanásio).

 

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,

porque ele fez prodígios!

Sua mão e o seu braço forte e santo

alcançaram-lhe a vitória.

 

O Senhor fez conhecer a salvação,

e às nações, sua justiça;

recordou o seu amor sempre fiel

pela casa de Israel.

 

Os confins do universo contemplaram

a salvação do nosso Deus.

Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,

alegrai-vos e exultai!

 

Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa

e da cítara suave!

Aclamai, com os clarins e as trombetas,

ao Senhor, o nosso Rei!

 

Aplauda o mar com todo ser que nele vive,

o mundo inteiro e toda gente!

As montanhas e os rios batam palmas

e exultem de alegria,

 

na presença do Senhor, pois ele vem,

vem julgar a terra inteira.

Julgará o universo com justiça

e as nações com equidade.

 

Glória ao Pai…

 

Leitura breve                        ………………………………..Is 7,14b-15

Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel; ele se alimentará de manteiga e de mel até quando aprender a fugir do mal e a procurar o bem.

 

O Senhor é contigo, ó Maria, alegra-te, cheia de graça!

Ele voltou seu olhar para ti: realizou toda esperança.

 

BENEDICTUS

Consola-te, consola-te, meu povo,

é o Senhor e o teu Deus quem te consola!

 

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai…

 

Preces

Cristo, Palavra de Deus, quis habitar no meio de nós e revelar-nos a sua glória.

Felizes com esta esperança, aclamemos:

 

  1. RFicai conosco, Emanuel!

 

Príncipe justo e reto,

– fazei justiça aos pobres e oprimidos. R.

Rei pacífico, que das espadas fazeis arados e das lanças, foices,

– ensinai-nos a transformar as invejas em amor e as ofensas em perdão. R.

Vós que não julgais pela aparência,

– confirmai na fidelidade perfeita aqueles que são vossos. R.

Quando vierdes sobre as nuvens do céu com grande poder e glória,

– fazei-nos comparecer sem temor na vossa presença. R.

 

(Intenções livres)

 

Pai nosso …

 

Oração

Concedei-nos, ó Deus onipotente, que as próximas festas do vosso Filho nos sejam remédio nesta vida e prêmio na vida eterna. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

REDAÇÃO CENTRAL, 16 Dez. 17 / 05:00 am (ACI).- Em muitas famílias, costuma-se colocar a árvore de Natal em um lugar visível da casa e enfeitá-la com luzes, estrelas e presentes. Mas, o que significa para um cristão preparar sua árvore? Conheça a mensagem que traz este símbolo e como abençoá-lo em família.

ÁRVORE nos traz à memória a árvore do Paraíso (cf. Gn 2,9-17) de cujo fruto comeram Adão e Eva, desobedecendo a Deus. A árvore, então, nos lembra da origem de nossa desgraça: o pecado. Também nos recorda que o menino que vai nascer de Santa Maria é o Messias prometido que vem nos trazer o dom da reconciliação.

As LUZES nos recordam que o Senhor Jesus é a luz do mundo que ilumina nossas vidas, nos tirando das trevas do pecado e nos guiando em nosso peregrinar para a Casa do Pai.

ESTRELA. Em Belém, há mais de dois mil anos, uma estrela se deteve sobre o lugar onde estava o Menino Jesus, com Maria e José. Este acontecimento gerou uma grande alegria nos Reis Magos (cf. Mt 2, 9-10), quando viram este sinal. Também hoje, uma estrela coroa nossa árvore nos recordando que o acontecimento do nascimento de Jesus trouxe a verdadeira alegria a nossas vidas.

Os PRESENTES colocados aos pés da árvore simbolizam aqueles dons com os quais os Reis Magos adoraram o Menino Deus. Além disso, recordam-nos que Deus Pai tanto amou o mundo que entregou (como um presente) seu único Filho para que todo o que Nele crer tenha vida eterna.

Bênção da Árvore de Natal

Todos (fazendo o sinal da Cruz): Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

O pai da família: Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo.

Todos: Bendito seja o Senhor pelos séculos. Amém.

LEITURA

(Um dos presentes lê o seguinte texto da Sagrada Escritura)

Escutemos com atenção a leitura do profeta Isaías (Is 60,13):

“A glória do Líbano virá sobre ti, com o cipreste, o abeto e o pi­nheiro, para adornar o lugar do meu san­tuário, e mostrar a glória do trono em que me sento”.

ORAÇÃO DE BÊNÇÃO

(Em seguida o pai da família, com as mãos postas, diz a oração de bênção)

Oremos: Bendito seja, Senhor e nosso Pai, que nos concede recordar com fé, nestes dias de Natal, os mistérios do nascimento do Senhor Jesus. Conceda-nos a todos que adornamos esta árvore e a enfeitamos com luzes, com a alegria celebrar o Natal. Que possamos viver também à luz dos exemplos da vida plena de seu Filho e sermos enriquecidos com as virtudes que resplandecem em tua santa infância. A Ele a glória pelos séculos dos séculos.

Todos: Amém.

Todos (fazendo o sinal da Cruz): Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Fonte: http://www.acidigital.com/

Pope Francis laughs during his visit to the All Saints' Anglican Church in Rome, Italy, on Feb. 26, 2017. Photo courtesy of Reuters/Alessandro Bianchi

Hoje está fazendo 48 anos que o jovem Jorge Mario Bergoglio recebeu o sacramento indelével do sacerdócio de Jesus Cristo!

Em dezembro de 2013, o primeiro ano do atual pontificado, jornais e sites do mundo todo publicaram um texto composto por um jovem religioso jesuíta que estava prestes a ser ordenado sacerdote de Jesus Cristo para toda a eternidade.

Ele tinha recebido o sacramento indelével da ordem sacerdotal no dia 13 de dezembro de 1969, quatro dias antes de completar 33 anos de idade.

Seu nome era Jorge Mario Bergoglio. E hoje ele atende pelo nome de Papa Francisco.

Eis o seu texto, às vésperas do acontecimento que literalmente selaria a sua vida para sempre:

Quero crer em Deus Pai, que me ama como filho,
e em Jesus, o Senhor,
que infundiu o Seu Espírito na minha vida
para me fazer sorrir e me levar assim
ao Reino eterno de vida.Creio na Igreja.Creio que, na história,
que foi tocada pelo olhar de amor de Deus,
no dia da primavera, 21 de setembro,
Ele veio ao meu encontro para
me convidar a segui-lo.Creio na minha dor,
infecunda pelo egoísmo no qual me refugio.Creio na mesquinhez da minha alma,
que procura receber sem dar… sem dar.Creio que os outros são bons e que
devo amá-los sem medo e sem traí-los jamais,
sem buscar seguranças para mim.Creio na vida religiosa.
Creio que quero amar muito.
Creio na morte cotidiana, ardente, da qual eu fujo,
mas que sorri para mim, convidando-me a aceitá-la.Creio na paciência de Deus, acolhedora,
boa como uma noite de verão.Creio que o meu pai está no céu, junto ao Senhor.Creio que o padre Duarte também está lá,
intercedendo pelo meu sacerdócio.Creio em Maria, minha Mãe,
que me ama e nunca me deixará sozinho.E espero a surpresa de cada dia,
em que se manifestarão o amor, a força,
a traição e o pecado,
que vão me acompanhar até o encontro definitivo
com esse rosto maravilhoso
que não sei como é,
do qual eu fujo continuamente,
mas que quero conhecer e amar.

Amém.

Fonte: https://pt.aleteia.org/

Galeria de Fotos