Católicos celebram Páscoa do Senhor na Catedral

Católicos celebram Páscoa do Senhor na Catedral

Ressuscitados com Cristo para a vida nova nós nos alegramos e encontramos o sentido para a vida

“Cristo ressuscitou, somos chamados a serem testemunhas de sua ressurreição”, disse o arcebispo de Montes Claros dom José Alberto Moura durante a Celebração da Páscoa do Senhor, neste domingo (16), na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida.

Na homilia, dom José acentuou: “Esse domingo é um dia especial”. Porque nesta data se comemora a superação da morte por Jesus, como, nos lembra o apóstolo Paulo, na Carta aos Colossenses, que a fé está baseada na Ressurreição do Senhor. “O ser humano, desde o início da história se endeusou querendo se tornar a regra do jogo da caminhada nesta vida terrena. E isso acontecendo, ao invés de produzir vida, produz, muitas vezes, morte e mecanismos de morte como mostra, por exemplo, um ranking em que o Brasil aparece em terceiro lugar na produção de armas do mundo e, assim, ganha dinheiro com a miséria de outros países”, apontou o arcebispo.

Não bastassem esses mecanismos de morte, o arcebispo chamou a atenção em relação aos métodos que compromete o ato de gerar a vida, bem como a falta de valores éticos e morais na convivência humana, que impede a graça na vida das pessoas. “Ele [Deus] disse e fez, pois nós nos realizamos somente quando superamos os mecanismos de morte e somos capazes de dar a vida em prol dos outros, como Ele [Jesus] fez em sacrifício da cruz. E, seguindo-O, nós não nos decepcionamos, porque Ele não é um simples fundador de religião humana”, declarou. O arcebispo destacou ainda a divindade de Jesus, ao superar a morte. “Mataram-no na natureza humana, mas não na divina. Ele, como tem a natureza divina, além da humana, ressuscitou a humana. E nós, pela fé, somos chamados a testemunhar isso”, exortou dom José.

Sem comentários

Faça seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.