Fé e delicadeza na preparação dos tapetes de Corpus Christi

Fé e delicadeza na preparação dos tapetes de Corpus Christi

Desde início da manhã desta quinta-feira, a comunidade católica trabalha na confecção de tapetes para a celebração de Corpus Christi, em Montes Claros. Na região central, a produção dos tapetes foi realizada pelas paróquias Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida,  Santa Rita de Cássia, Nossa Senhora do Socorro e Todos os Santos, Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora da Conceição e São José. Dos tapetes montados, 30 trabalhos foram realizados por voluntários da Catedral.

De acordo com o padre Ari Piedade da Silva, vigário da Catedral, a confecção dos tapetes surgiu em Liége, na Bélgica, por inspiração de uma freira e ela solicitou que a Igreja colocasse a celebração publicamente que foi aprovada pelo papa e tornou-se essa tradição católica. “Esses tapetes são para colocar o Santíssimo – corpo e sangue de Jesus Cristo – publicamente exposto para que, de fato, o público pudesse venerar e receber também a graça”, comenta padre Ari.

São dezenas de pessoas como Odete Martins de Oliveira Campos, uma das responsáveis pela confecção dos tapetes do grupo Apostolado da Oração. “A produção destes tapetes é uma maneira de expressarmos o nosso amor a Jesus Cristo nesta data, que é uma das mais importantes para nós católicos”, relata.

Milton Cordeiro Aguiar, um dos coordenadores dos ministros da Eucaristia, atribui a preparação dos tapetes a uma confraternização de grupos.  “Neste dia, cada um dos grupos, inspirados pelos dons do Espírito Santo, se doa para a preparação dos tapetes por onde passará a procissão”, comentou Milton Cordeiro.

O EAC foi um dos grupos de jovens que também contribuíram na preparação dos tapetes. “Essa participação na concepção dos tapetes demonstra o nosso sentimento de pertença, de alegria, simplicidade e espiritualidade dos jovens que muito contribuem para a Igreja”, destacou o coordenador do EAC, Renato Nunes Magalhães.

Esse momento de preparação dos tapetes é, segundo do padre Wagner Dias, muito importante. Além de promover a interação das pastorais, movimentos e grupos da Catedral,  favorece a união de todos em prol da mesma causa,  glorificar e exaltar o corpo e sangue de Jesus. “Nós católicos temos a consciência que o louvor e a adoração que Jesus merece se concretiza não só através de oração, mas também de gestos concretos. Cada tapete deste é uma mensagem que a Catedral de Montes Claros está mandando para Jesus Cristo: o quanto nós O amamos e o quanto nós O exaltamos neste dia. É, ainda, uma forma de agradecer a Deus pelo Santíssimo corpo e sangue de Jesus que nos foi entregue na Eucaristia. E também levar os fiéis a valorizarem esse sacramento, como diz a canção ‘É o mais sublime de todos os sacramentos’”, destacou padre Wagner.

A Santa Missa está marcada para as 16 horas, em frente à Matriz de Nossa Senhora da Conceição e São José e será presidida pelo arcebispo metropolitano de Montes Claros, dom José Alberto Moura. Na parte final da celebração eucarística, acontece a procissão. O trajeto sairá da praça da Matriz segundo pela rua Dr. Veloso, Dom Pedro II e praça da Catedral. Em frente à Igreja Catedral acontece a benção do Santíssimo Sacramento.

P6150094 P6150096 P6150104 P6150105 P6150106 P6150107 P6150109 P6150114

Sem comentários

Faça seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.