Hoje é celebrado São Beda, cujas homilias inspiraram o lema do Papa...

Hoje é celebrado São Beda, cujas homilias inspiraram o lema do Papa Francisco – Abel Camasca

0 104

“O tempo da minha partida chegou e meu coração deseja ver a beleza de Cristo, meu Rei”, disse antes de morrer o doutor da Igreja e padroeiro dos historiadores, São Beda, cujas homilias inspiraram o lema pontifício do Papa Francisco.

Por ser também linguista e tradutor, seus trabalhos com os escritos latinos e gregos dos primeiros Padres da Igreja contribuíram de maneira significativa com o cristianismo inglês.

Em suas homilias, São Beda fez uma reflexão do episódio evangélico do chamado de Jesus a São Mateus e escreveu: “Vidit ergo Iesus publicanum et quia miserando atque eligendo vidit, ait illi Sequere me (Viu Jesus um publicado e, como o olhou com sentimento de amor e o escolheu, disse-lhe: Segue-me)”.

Dessas palavras, o Papa Francisco retirou a frase “miserando atque eligendo”, que aparece em seu brasão papal, já que é uma homenagem à misericórdia divina que o Pontífice experimentou em sua juventude, depois de uma confissão.

São Beda nasceu entre 672 ou 673, em Wearside ou em Tyneside (Reino Unido), muito perto do mosteiro de São Pedro em Wearmouth, onde ingressou com apenas sete anos. Seu formador foi São Bento Biscop.

Anos depois, São Beda foi para o mosteiro de Jarrow e teve como novo mestre São Celofrith. Diz-se que foi ordenado diácono com 19 anos e, depois, com 30 anos, foi ordenado sacerdote por São João de Beverley. Escreveu muitos livros, sendo sua obra mestra “History of the English Church and People”.

São Beda, conhecido como o Venerável, partiu para a Casa do Pai em 25 de maio de 735. Em 1899, o Papa Leão XIII o nomeou Doutor da Igreja por sua importante contribuição teológica. (Fonte: ACIDigital)

Sem comentários

Faça seu comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.