Pequenas orações cotidianas que você não pode abandonar – Javier Ordovás

Pequenas orações cotidianas que você não pode abandonar – Javier Ordovás

O Papa Francisco nos lembra disso em sua recente encíclica

“Abençoai, Senhor,
os alimentos que vamos tomar;
que eles renovem as nossas forças
para melhor vos servir e amar.”

Este é um exemplo de oração simples antes das refeições. E são orações como esta que acompanham nosso dia a dia, recordando nossa dependência de Deus e nossa gratidão a Ele.

O Papa Francisco nos recorda em sua encíclica “Laudato si” (n. 226-227):

“Falamos aqui duma atitude do coração, que vive tudo com serena atenção, que sabe manter-se plenamente presente diante duma pessoa sem estar a pensar no que virá depois, que se entrega a cada momento como um dom divino que se deve viver em plenitude. (…)

Uma expressão desta atitude é parar a agradecer a Deus antes e depois das refeições. Proponho aos crentes que retomem este hábito importante e o vivam profundamente. Este momento da bênção da mesa, embora muito breve, recorda-nos que a nossa vida depende de Deus, fortalece o nosso sentido de gratidão pelos dons da criação, dá graças por aqueles que com o seu trabalho fornecem estes bens, e reforça a solidariedade com os mais necessitados.”

É importante que as famílias cristãs conservem e transmitam aos filhos as pequenas orações que nos acompanham na vida cotidiana: ao levantar, antes e depois das refeições, ao deitar, antes do trabalho etc.

Existe também o belíssimo gesto de pedir a bênção aos pais e avós e outros muitos atos que nos recordam o sentido mais profundo da nossa vida e nos mantêm em união com Deus.

E você, que orações costuma fazer em seu dia a dia? Qual é sua favorita? Compartilhe conosco!

COMENTÁRIOS

Responder

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.