A receita do Padre Pio para um casamento feliz





60 anos depois, um casal de amigos íntimos do santo sacerdote podem atestar que seu conselho funcionou!

 

 

O Padre Pio tinha um ritual diário: todos os dias recitava a Coroinha do Sagrado Coração de Jesus, oferecida pelas intenções de todos aqueles que se confiavam às suas orações.

De fato, muitas pessoas pediram sua intercessão por causas difíceis. Entre eles estavam Giovanni e Paola Siena, um casal a quem o místico italiano “prometeu” nove filhos!

Tudo começou na década de 1920 em San Giovanni Rotondo, onde o Padre Pio morava. Giovanni Siena encontrou o místico capuchinho pela primeira vez em 1928, por ocasião da sua primeira comunhão. Giovanni tinha 8 anos na época.

Depois de trabalhar nas minas, e depois como professor e jornalista, acabou ingressando na equipe do complexo hospitalar fundado pelo Padre Pio, a Casa Sollievo della Sofferenza (Casa “Alívio do Sofrimento”). Foi lá que voltou a encontrar o capuchinho.

Naquela época, Paola, sua futura esposa, uma jovem de 21 anos, ia regularmente visitar o futuro santo (ela vivia em San Giovanni Rotondo). Como testemunharia mais tarde, foi graças à intercessão do Padre Pio que a jovem foi curada da depressão, bem como de graves problemas pulmonares.

 

Conselhos

Convencida de que sua vocação era o casamento, um dia a jovem pediu conselhos ao Padre Pio. “Qual é o seu desejo mais profundo?” – ele perguntou-lhe.

Paola respondeu que queria formar uma família – que amava crianças e sonhava em ter filhos. “Então, vamos rezar para que o bom Deus permita que você conheça um bom jovem”, concluiu o místico. Ele deu-lhe um conselho: Confesse-se regularmente e receba a Comunhão todos os dias.

Algum tempo depois, Paola observou que certo homem chamado Giovanni parecia muito interessado nela. De vez em quando ela se cruzava com ele na comitiva do Padre Pio.

Depois de alguns meses, eles decidiram ficar noivos. Nesse momento, eles concordaram em rezar juntos todos os dias, confiando seu futuro casamento a Deus.

No dia 27 de agosto de 1950, durante uma missa celebrada às 5 da manhã, o futuro santo abençoou seu casamento. Comovido, o Padre Pio repetiu este desejo no final da missa: “Alegrai-vos. Sejam felizes.”

 

Receita do Padre Pio

Quando estavam casados ​​há apenas alguns meses, Paola e Giovanni souberam que não poderiam ter filhos, porque Paola sofria de infertilidade. O Padre Pio, que agora os aconselhava como casal, prometeu rezar por eles todos os dias a Coroinha do Sagrado Coração de Jesus.

Ele disse a Giovanni (que contaria a história em seu livro Il mio amico Padre Pio, “Meu Amigo Padre Pio”), “Você verá, você terá tantos filhos quanto o coro dos anjos.” Ou seja, nove!

Não muito depois disso, em 24 de julho de 1951, nasceu uma menina. Mas sua filha recém-nascida imediatamente adoeceu gravemente. Segundo os médicos, ela não tinha chance de sobreviver.

O casal, arrasado, pediu ao Padre Pio que rezasse pela menina em seu leito de morte. O frade imediatamente assegurou-lhes que a criança não morreria e, na verdade, viveria muito. Com certeza, a criança foi curada.

Depois desse milagre, Giovanni e Paola se aproximaram ainda mais do Padre Pio, até sua morte em 1968. Eles iam até ele para se confessar e rezar. Eles regularmente pediam aconselhamento sobre seu casamento, a educação de seus nove filhos e seus problemas diários.

Paola diria mais tarde: “Depois de 60 anos de casamento, posso dizer que a receita do Padre Pio, a Coroinha do Sagrado Coração de Jesus, funciona. Giovanni e eu nos amamos tanto quanto no primeiro dia.”

Fonte: Anna Gębalska-Berekets / pt.aleteia.org