Como diminuir nosso medo da segunda vinda de Jesus





Se não tememos a primeira vinda de Jesus em nossa alma, então sua segunda vinda não criará ansiedade

 

 

O fim do mundo e a segunda vinda de Jesus muitas vezes podem criar ansiedade em nossa alma. Tememos o desconhecido e nos preocupamos com o que acontecerá quando Jesus voltar.

No entanto, a segunda vinda de Jesus deve criar dentro de nós um espírito de esperança e alegria, não de medo.

Santo Agostinho explica a chave para diminuir nosso medo apocalíptico em um comentário que é apresentado no Ofício de Leituras da Igreja.

 

Ele veio pela primeira vez, e ele voltará. Anteriormente ele veio através de seus pregadores, e preencheu o mundo inteiro. Não resistamos à sua primeira vinda, para não temermos a segunda. Quem não tem ansiedade espera sem medo até que venha o seu Senhor. Que tipo de amor temeria a vinda de Cristo? Irmãos, não precisamos corar de vergonha disso? Nós o amamos, mas tememos sua vinda. Será que estamos realmente certos de que o amamos? Ou amamos mais nossos pecados?

 

O plano de Deus é melhor do que o nosso

Esse tipo de amor é baseado inteiramente na confiança, acreditando que o plano de Deus é melhor do que o nosso e que Ele recompensará aqueles que lhe forem fiéis.

Além disso, não temeremos a segunda vinda de Jesus se estivermos preparados para isso. Se quisermos receber a misericórdia de Deus no final de nossa vida, devemos primeiro ser misericordiosos com os outros.

 

Se você deseja receber misericórdia, seja misericordioso antes que Ele venha; perdoe tudo o que foi feito contra você; dê de sua abundância. De quem você dá os bens, senão dos Dele? O que você tem que não recebeu? Estes são os sacrifícios mais agradáveis ​​a Deus: misericórdia, humildade, louvor, paz, caridade. Assim, e sem medo, esperemos a vinda do juiz que julgará o mundo com igualdade e os povos com sua verdade.

Com este tipo de disposição, podemos rezar com confiança: “Vinde, Senhor Jesus!”

Fonte: Philip Kosloski / pt.aleteia.org