Jesus e João Batista eram primos?





Jesus estava relacionado a São João Batista através da conexão de Maria com Isabel, embora seja incerto exatamente o que isso significava

 

 

Costuma-se dizer que Jesus era primo de São João Batista. Mas isso é verdade?

De acordo com o estudioso das Escrituras Dr. Edward Sri, em seu Commentary on the Gospel of Matthew, “a língua hebraica não tinha palavra para primo”.

Isso é o que também afirma John Alexander Clapperton em seu livro do século 19 Pitfalls in Bible English, em que ele examina essa palavra grega usada no Novo Testamento.

 

A palavra “primo” é usada em diferentes lugares em Shakespeare, às vezes equivalendo a “sobrinho”, às vezes a “sobrinha”; duas vezes para “tio”, uma vez para “cunhado” e três vezes para “netos”.

Na Bíblia, ela é usada em apenas uma passagem (Lucas 1, 36 e 58), onde Isabel é chamada de “prima” da mãe de Nosso Senhor. É usada uma palavra grega (suggenes) que tinha o mesmo significado vago da nossa antiga palavra inglesa “cousin” (primo), uma da mesma etnia, um parente próximo. A consequência é que não podemos ter certeza do parentesco entre João Batista e nosso Senhor.

 

 

Um artigo de Catholic Answers conclui da mesma forma: “tudo o que podemos dizer da palavra suggenes é que Isabel era algum tipo de parente de Maria. Mas se ela era tia, prima ou tinha uma relação mais distante, não pode ser determinado a partir da palavra”.

É por isso que muitas traduções da Bíblia se abstêm de usar a palavra “primo” e usam um termo mais vago.

As Bíblias NABRE, RSVCE e ESV, em inglês, por exemplo, usam os termos “relative” e “kinswoman”, cujo significado é relacionado a “parente”.

Jesus e João Batista certamente eram parentes, possivelmente até primos, mas a Bíblia não nos dá evidência suficiente para determinar quão estreito era o seu grau de parentesco.

Fonte: Philip Kosloski / pt.aleteia.org