Papa: Doação de equipamentos para a Santa Casa de Montes Claros





A Santa Casa de Montes Claros foi um dos hospitais indicados para receber os equipamentos hospitalares enviados pelo papa Francisco, para apoiar nos trabalhos das equipes de saúde e contribuir com a prevenção de contágio do novo Coronavírus no Brasil. A Cáritas Arquidiocesana de Montes Claros recebeu os equipamentos e, na presença do Arcebispo Metropolitano Dom João Justino, entregou à gestão do hospital, na última sexta-feira (02).

 

No dia 1º de setembro, o Núncio Apostólico no Brasil, dom Giovanni d’Aniello, entregou ao secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Joel Portella Amado, os 100 macacões e 100 medidores de temperatura digital enviados pelo Papa Francisco, por meio da Esmolaria do Vaticano. A distribuição dos equipamentos de proteção foi coordenada pela Cáritas Brasileira e foram entregues ao Hospital Nossa Senhora das Dores, Capinzal (SC), administrado pela Congregação das Servas de Maria Reparadoras, à Santa Casa de Montes Claros (MG), administrado pela Irmandade Nossa Senhora das Mercês de Montes Claros, e ao Hospital Santa Juliana (AC), administrado pela própria arquidiocese de Rio Branco.

A Santa Casa de Montes Claros atende uma população estimada em 2 milhões de pessoas de todo o Norte de Minas, Vales do Jequitinhonha e Mucuri e sudoeste da Bahia. A instituição filantrópica recebeu do Papa 25 aventais e 25 termômetros.

 

Dom João Justino disse se sentir feliz com esse gesto de ajuda do Santo Padre, e afirmou “Muito nos alegramos porque o Papa nos incluiu como destinatários de sua solidariedade ao enviar para a Santa Casa, por meio da Cáritas, termômetros digitais e aventais médicos”. E manifestou, “Nossa gratidão por esse gesto de atenção, cuidado e carinho por parte do Papa Francisco nos impele a rezar nas suas intenções e a escutar sempre mais seus ensinamentos, qual tradução do evangelho de Jesus Cristo para os tempos atuais”.

O Arcebispo de Montes Claros ainda afirmou que, “O Papa Francisco nos ensina por palavras e gestos. Desde o início de seu ministério ele se manifesta ligado a tudo o que ocorre no mundo. Sua sensibilidade de pastor nos encanta. Nesse estado de pandemia ele tem nos apontado caminhos para uma nova forma de viver como irmãos e irmãs.” Para Aparecida Vieira, coordenadora da Cáritas Arquidiocesana, “com essa ação solidária emergencial, o Papa Francisco nos mostra a importância da caridade neste momento em que as pessoas em vulnerabilidade social sofrem ainda mais com os efeitos de uma pandemia dessa magnitude: é tempo de cuidar!”

Fonte: arquimoc.com