O Papa Francisco homenageou e agradeceu às pessoas que doam sangue





Ele recordou os doadores voluntários e manifestou apreço por todos os que realizam este “ato simples, mas muito importante, de ajuda ao próximo”.

 

 

Neste domingo, 14 de junho, celebrou-se o Dia Mundial dos Doadores de Sangue, uma ocasião especial, segundo o Papa Francisco, “para estimular a sociedade a ser solidária e sensível a quem necessita“.

Ele recordou os doadores voluntários e manifestou apreço e gratidão a todos os que realizam este “ato simples, mas muito importante, de ajuda ao próximo“.

O acesso a bancos de sangue ainda é um privilégio em muitos países de renda baixa e média, nos quais faltam doadores e equipamento para as coletas e testes. Cerca de 42% das doações de sangue são realizadas por habitantes de países de renda alta, mas 84% da população do planeta não vive nesses países.

O Dia Mundial dos Doadores de Sangue foi criado em 2005 para agradecer aos doadores voluntários e incentivar mais pessoas a praticarem esse gesto de solidariedade.

Fonte: Redação da Aleteia / pt.aleteia.org